"Se eu te pudesse dizer
o que nunca te direi,
tu terias que entender
aquilo que nem eu sei."
Fernando Pessoa

terça-feira, 25 de abril de 2017

25.04.2017


Enquanto as asas não chegam, aproveitei para explicar aos miúdos que nem sempre o Homem é livre de dizer o quer, que não faz muito tempo todos eram obrigados a pensar e a falar igual, a partir de uma cartilha... quem não o fizesse, era preso. E para que não se pense que se trata de um romance levei-os a uma das prisões dos antifascistas: Peniche

Para que não se esqueça.


Um homem só no Segredo...

Um homem só no segredo,
Sabe um segredo profundo:
Nunca está só nem tem medo
Quem ama os homens e o mundo

Carlos Aboim Inglez
Dez. 1959


Cela disciplinar
(sátira amarga)

A aranha
Deixou a teia em meio
E foi-se embora:
- O lugar era demasiado
Desconfortável


Celas







Exterior







Álvaro Cunhal, e fugas
Cunhal foi preso em Peniche por três vezes: 1937, 1955 e 1958. Evadiu-se em 1960.







O parlatório, onde os guardas escutavam as conversas e obrigavam as visitas as falar alto. O Estado Novo e culto da imagem, e a PIDE com documentos originais, técnicas e denúncias...








Poesia de quem lá esteve






10 comentários:

  1. Deviam ser tempos bem diferentes e difíceis

    ResponderEliminar
  2. Foi uma comemoração como deve ser.
    :)

    ResponderEliminar
  3. Ficaram assustados os miúdos, não? Outros tempos :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aqui a realidade ultrapassa a ficção :) todos gostaram de conhecer esta realidade, e a importância de a preservar.

      Eliminar
  4. Gosto especialmente da primeira foto.
    cc, é importante eles fazerem estas visitas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado
      Sim, eu considero muito importante. A História é para ser conhecida, nua e crua, e evitar que a História, nas suas histórias más, se repita.

      Eliminar
  5. Convém não deixar esquecer...

    ...ainda que tenhamos passado do "não se pode falar que alguém ouve" para o "fala à vontade que ninguém quer saber o que dizes"

    Fortíssimo Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade passámos do 8 ao 80, mas esse é outro tema :)

      A memória é curta e é apagada muitas vezes, não podemos permitir.

      Grande abraço

      Eliminar