"Se eu te pudesse dizer
o que nunca te direi,
tu terias que entender
aquilo que nem eu sei."
Fernando Pessoa

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Um amor morto


Um amor morto,
de Carla Pinto Coelho

Parabéns à rapariga simples, a Carla.

Finalmente chegou. Ainda não li, obviamente. Estou deveras curioso. Mas dou já os parabéns, porque publicar um livro é sempre um feito assinalável. Que seja o primeiro de muitos.

Fiquei muito satisfeito por ver o nome de pessoas, cujos os blogs acompanho, mencionados no livro. É, sem dúvida, louvável esse apoio. Infelizmente não fui a tempo.

6 comentários:

  1. Aviso já que não aceito devoluções! :)

    Espero que seja uma leitura... (ia dizer prazerosa, mas acho que não :).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca... nunca devolvi um livro. Em dezenas de páginas há sempre uma palavra, uma frase que gosto. Por isso, não serás diferente.

      Isto digo eu que sou um crítico literário de excelência :)

      Por isso deixa os adjetivos para mim ;)

      Eliminar
    2. Aqui não... Mas no dia-a-dia sou um ser mau, insensível, sarcástico e mordaz na utilização de adjetivos.

      ;)

      Eliminar
    3. Tudo de bom, portanto. ;)

      Eliminar
    4. Estou certo que irás preferir o meu comentário sincero a um falso elogio :)

      Já te mando um email :) daqueles que ficam presos no separador social ;)

      Eliminar