"Se eu te pudesse dizer
o que nunca te direi,
tu terias que entender
aquilo que nem eu sei."
Fernando Pessoa

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Outonos meus


The 5 6 7 8
Woo hoo 
BSO Kill Bill

Outono de trabalho

É rápido e feroz
Insensível
É o frio dos números 
Gritos e discussões 
É adrenalina
Corre corre
É compensar
Luta desigual
É agitação 
Almoços e jantares 
É vertigem 
É para lutadores
É para mim


Homens temporariamente sós
GNR

Outono lá fora

É dourado 
Pelo quente do Verão 
É cheiro de brasas
Lumes que aparecem
É romãs e castanhas
Comida quente
É um sobretudo elegante
Uma manta no sofá 
É vinho, tinto
Conhaque e whiskey  
É quente no algodão 
Corpo a pedir corpo
É toque de pés 
Abraços longos
É mais carinho
Amor e paixão 

8 comentários:

  1. Fez-me agora lembrar que tenho de ir buscar o sobretudo à lavandaria. Que cabeça no ar! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ouve não há Outuno sem sobretudo acabado de sair da lavandaria!

      Deves estar noutra estação :)

      Eliminar
  2. gosto dos teus dois Outonos, CC.

    os meus têm tido um nadinha de tudo isto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :) é divertido percebermos que temos mais do que um Outono

      Eliminar
  3. Também gosto dos teus outonos... e dos "Homens temporariamente sós" dos GNR. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que não são bonitos nem feios.

      São o que são. Diverti-me a pensar que tenho estes assim

      :)

      Eliminar
  4. Roubo os "homens" dos GNR. ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito provavelmente a melhor.musica de GNR para mim.

      Soberba letra

      Nem precisas de dizer desta casa levas o que quiseres ;)

      Eliminar