"Se eu te pudesse dizer
o que nunca te direi,
tu terias que entender
aquilo que nem eu sei."
Fernando Pessoa

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Guisado de inveja

Tenho um, já, amigo que é um desses novos músicos. Anda aí uma fornada nova.
As letras são muito boas.
Resolveu o artista juntar-se com mais dois, num almoço. Fui convidado, para cozinhar.
Nada exigentes. Todos queriam lulas guisadas! E eu fiz.
Cantaram. Leram. Tocaram músicas uns dos outros. Discutiram textos. Pediram a opinião do "chef".
Nasceu em mim um sentimento de inveja.
Não me julguem já.
Não era inveja deles. De serem artistas, ou de tocarem, ou de escreverem bem a vida dos outros e as deles.
Não.
Inveja de, ao contrário deles, não fazer na vida o que gosto. Só isto.
Sim, a inveja é feia.
Acabei a minha actuação com um crumble de maçã e gelado.
E agradeci.



22 comentários:

  1. CC, também não faço o que gosto, no trabalho.
    e depois do trabalho costumo dizer que começa um novo dia porque me dedico ao Teatro.
    Se não fosse ele provavelmente não tinha aguentado tanto tempo aqui...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sei...
      Por isso muitos ficam surpreendidos porque motivo me alegro tanto de ir fazer jantar e escrever até tarde...
      O meu dia começa às 20h!

      Eliminar
  2. conta corrente, antes de mais são amigos. num grupo de amigos não têm de ter todos a mesma profissão (nesse caso seria um encontro/reunião de trabalho)...o jeito o que o seu amigo tem para escrever letras e fazer música, tem o CC para cozinhar. e isso é mau!? onde? :)

    [estar com os amigos -- passar um bom pedaço de tempo -- a ouvir música e a degustar um crumble de maçã e gelado, confeccionados ambos (a música e o doce) pelas mãos de quem bem sabe fazer, é imensamente bom! (e até podia estar tudo uma porcaria e ninguém saber fazer nada 5* - só porque estar com os amigos é bom!]

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pelas palavras Té.

      Modéstia à parte, do ponto de vista da arte, musical e gastronómica, estava tudo 5*

      Eliminar
    2. Tenho um amigo, para além de amigo é também meu familiar, que é um grande Chef! aos fds - dias da semana, ao final do dia - em dias de jantarada seja em casa dele seja na dos outros amigos, com um grupo mais alargado ou em menor número, é sempre com ele. Cozinhar para ele é paixão mas no dia-a-dia não podia estar mais longe...na lei da selva, digamos assim.

      5*! então parabéns também para si Grande Chef :)

      Eliminar
    3. Fiz-lhe um menu no post seguinte ;)

      Eliminar
    4. Bem!!!...conta corrente, que modéstia a sua!...aquele menu podia ser digno do guia Michelin.
      Vénia. :)

      Eliminar
    5. Que exagero!
      Nada de vénias por favor!

      Infelizmente as estrelas Michelin são muito mais que só a comida.

      Obrigado :)

      Eliminar
    6. É modéstia, sim. Repare. Volto ao princípio. Sublinho: "As letras são muito boas" - "Fui convidado, para cozinhar" - "Cantaram. Leram. Tocaram músicas uns dos outros. Discutiram textos. Pediram a opinião do "chef"" - "Nasceu em mim um sentimento de inveja". Nada disso, cada qual no seu papel. Cada um com a sua arte. Todos diferentes, todos iguais. E, é isso!
      Vénia, sim. :)

      Eliminar
    7. Querida Té, chef entre aspas é um modesto cozinheiro :)

      O meu obrigado mais uma vez.

      Eliminar
    8. Utilizei e utilizo várias vezes a palavra "Chef" - forma de expressão - nas ocasiões em que acho que têm mesmo jeito, "mão" - refinados na preparação e apresentação do prato. :)
      Troque-se então chef por cozinheiro! :)
      Sem agradecimentos.
      Bom fim-de-semana.

      Eliminar
  3. Isto que o meu caro CC nos conta é o quê senão estar no caminho, em busca da realização pessoal?
    Fez bem em ter agradecido.

    ResponderEliminar
  4. Ora aí está uma pergunta... complicada.

    É mesmo aqui que bloqueio.

    ResponderEliminar
  5. Estamos sempre a tempo de fazer coisas boas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. eu sei que sim.

      No meu caso só depois das 20h

      Eliminar
  6. Curiosamente, em Inglaterra, faço o que gosto, dou um pouco de mim aos outros. Mas não sou feliz aqui.

    Um abraço, CC. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O ser humano...

      Gosto onde estou, não do que faço

      Não gostas onde estás, gostas do que fazes

      :)

      Eliminar
  7. Pá, há invejas que corroem a alma...
    ...mas há outras que por vezes nos acordam e nos põe a caminho, sem desejarmos nada de mal para outro alguém...

    Abraço

    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fosse fácil por me a caminho... já estava longe :)

      Abraço pá

      Eliminar
  8. Também eu, cc, sinto esse tipo de inveja de quem faz aquilo de que gosta, mais ainda de quem tem a certeza daquilo de que gosta!:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :)

      Concordo totalmente contigo.

      Mais ainda de quem tem a certeza daquilo que gosta, e isso vê se tão bem nas pessoas.

      Eliminar