"Se eu te pudesse dizer
o que nunca te direi,
tu terias que entender
aquilo que nem eu sei."
Fernando Pessoa

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

O céu azul

O céu azul, puro, afaga-me
O whiskey com gelo, nas noites de pensar, nutre-me
Os textos de Pessoa, no silêncio, acarinham-me
A música, todo o dia, incentiva-me
O sonho, de outra vida, acalenta-me
O amar, platónico, ameniza-me
Os livros, que ainda não li, cultivam-me
O cansaço do exercício, de manhã, acalma-me
 
Tantas coisas, feitas, e por fazer,
Mas uma só chegava,
O teu abraço, um só,
afagava-me, e nutria-me,
acarinhava-me, e incentivava-me,
acalentava-me, e amenizava-me,
cultivava-me, e acalmava-me
 
Um só bastava, e ao invés,
tenho de enfrentar o mundo.

Sem comentários:

Enviar um comentário