"Se eu te pudesse dizer
o que nunca te direi,
tu terias que entender
aquilo que nem eu sei."
Fernando Pessoa

terça-feira, 20 de setembro de 2016

Imodéstia eu sei. I'm just... happy

Perdoem-me a imodéstia deste post. Desculpem a vaidade. Mas estou feliz.

[Olha gostava de escrever ao teu estilo. Não sei se vou conseguir.]... [Sei que não me amas. Vais amar, eu sei.]... [Perguntas porquê tu? Perguntas isso e dizes que posso ter qualquer homem. Eu respondo-te, porque não quero qualquer homem. Quero-te a ti, e tu não és qualquer.]...  [Tu quando amas uma mulher és diferente, eu sei. Tu amas uma mulher não pelo que todos vêem, que é o que está por fora. Tu amas uma mulher porque lhe amas a alma, o que está dentro, o que muitas vezes poucos ou nenhuns vêem.]... [De certeza que amas uma mulher pelas suas qualidades e pelos seus defeitos. Tu gostas da sedução, gostas de saber, mostras interesse, isso acontece pouco. Amas tudo e não só o que os olhos vêem. Eu sei tudo isto de ti, e é por isso que vou lutar por ti.]...[E tu danças tango.]... [...não se resiste.]

Estou feliz. Não posso ficar indiferente. Não, quando sou assim escrutinado. É bom, e raro.

Eu sei, acredito, que és mais do que mostras. Esta mensagem é isso mesmo.

O resto conto-te só a ti.

Obrigado

2 comentários:

  1. muito bem :)
    a moça é persistente

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito. O que tem o seu valor.

      Vamos ver :)

      Mas sabe sempre bem. Só não podemos é alimentar e magoar. Isso não vale.

      Eliminar