"Se eu te pudesse dizer
o que nunca te direi,
tu terias que entender
aquilo que nem eu sei."
Fernando Pessoa

terça-feira, 6 de setembro de 2016

Grandes no que fazem

É comum ouvirmos dizer: "nasceu para aquilo". É mais habitual em artistas. Nasceu para cantar, escrever ou jogar à bola.

Este nasceu para ser médico. Acredito que a falta de notas está compensada numa enorme vocação, e gosto pelo que faz. Pessoa de empatia natural, calmo e afável. Este é grande.

Não há prazo para recaídas. Não se mede em anos. Enquanto cá andares estás exposto. Tem calma... não há nada de físico aí, só essa cabeça que adora viajar, por vezes para sítios errados.

Estás bem, muito bem mesmo, nunca tão bem em anos. Fazes exercício, lês e escreves. O que gostas. Estás ocupado, defesas altas, e assim será.
Vives e viverás uma vida que não és tu em pleno. Não há cura para isso. Portanto, vive assim.

Continua a amar os que amas. Pede desculpa aos que fizeste mal, mesmo sem explicações que não queres dar.

Vai lá que a porta está sempre aberta.

3 comentários:

  1. conta corrente, ao contrário do que possa parecer, é mais fácil fazer o bem do que o mal. Creio ser o entendimento do teu médico, que põe em prática o principio.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade até nisso ele é bom conselheiro.

      Eliminar