"Se eu te pudesse dizer
o que nunca te direi,
tu terias que entender
aquilo que nem eu sei."
Fernando Pessoa

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Olhos verdes

Mataram-me, foram eles. Fiquei escravo deles. Deixei de viver. Arrancaram-me tudo, foi até aos ossos da alma. Como fui acreditar neles. Falsos.

Como não acreditar? São lindos, hipnotizam, agarram, amarram, destroem, tiram o ar, e no fim, matam.

Por detrás de tanta beleza, de um mundo verde sem fim, escondiam punhais, escondiam maldade pura, eram um véu de disfarce, escondendo um ser vil.

Ao princípio eram dóceis, amigos, convidativos, carregados de sentimento.

Fui envolvido. É isso... acontecia a qualquer um.

O que é isso interessa. Estou morto e não sei até quando.

Sem comentários:

Enviar um comentário