"Se eu te pudesse dizer
o que nunca te direi,
tu terias que entender
aquilo que nem eu sei."
Fernando Pessoa

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Faço isto.

"Silêncios, compromissos em suspenso, não respostas, bombons de promessas que se desfazem na boca, as meias palavras arrebanhadas nas esquinas da hipocrisia.
Também é assim, em legítima defesa, que a distância de segurança mostra as garras e adensa o vazio."


Obrigado Isabel por pores de forma tão óbvia o meu comportamento.

Se calhar é medo, se calhar é legítima defesa, mas eu fico tantas vezes pelas meias palavras. Se calhar é isso mesmo, é hipocrisia, ou o muro de pedra que me defende.

Se calhar é por sentir que do outro lado fazem igual.

E sim, vai acabar como dizes, no vazio... pena.

2 comentários:

  1. conta corrente, o facto de o outro lado proceder de tal forma nunca pode servir de justificação aos nossos actos.

    E não tem de acabar assim, no vazio.

    Agradeço-te a referência.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não há nada a agradecer, só beleza daquelas palavras. Infelizmente as muralhas que criamos conduzem muitas vezes a que as relações acabem no vazio... Vou fazer um esforço.

      Eliminar