"Se eu te pudesse dizer
o que nunca te direi,
tu terias que entender
aquilo que nem eu sei."
Fernando Pessoa

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Abraço

No meu mau feitio já cabe como desculpa grande parte dos problemas do mundo, e dos "mundinhos" de quem me rodeia.
Sim, sou um anti social primário, descrente das pessoas e da raça humana.
Se calhar não, sou só desconfiado.
Para sobreviver no dia-a-dia, passei a representar, com inúmeras personagens adequadas a cada momento e hora do dia.
Criei uma muralha defensiva de fazer inveja à Grande Muralha.
Mas até eu preciso de um abraço de vez enquanto, para que tudo volte a fazer sentido.
Obrigado a quem me abraça quando preciso.

1 comentário: